Novo integrante do CQC será apresentado em fevereiro

O “CQC – Custe o Que Custar” já definiu o substituto de Danilo Gentili, que passa a cuidar apenas do seu programa solo “Agora é Tarde”. A informação é da coluna Canal 1, assinada pelo jornalista Flávio Ricco.

Apesar de já escolhido, o novo repórter do humorístico só será apresentado na volta das férias do programa, em fevereiro. A Band e a equipe do humorístico prometem mantêr ao máximo o sigilo sobre quem é o novo integrante.

Recentemente, a atração teve o acréscimo em sua equipe do comediante Fernando Meirelles. Sobre Rafinha Bastos, sua permanência ou não no humorístico segue indefinida.

‘Chupa meu cacete’, diz Rafinha Bastos a repórter

O comediante Rafinha Bastos

Rafinha Bastos, do “CQC”, respondeu hoje com palavrões a repórter da equipe da coluna de Mônica Bergamo, da Folha, quando questionado sobre piadas que fez no domingo em um show em São Caetano do Sul.

“Chupa o meu grosso e vascularizado cacete”, afirmou ele à coluna por e-mail.

Ontem, durante o stand-up que fez na cidade do ABC, Rafinha fez piadas com o ator Fábio Assunção e com a Nextel, que o contratou para anúncios publicitários.

Ao dizer que uma operadora de telefonia móvel teria um serviço usado apenas por “prostitutas e traficantes”, o apresentador, de acordo com relato publicado pelo site da revista ”Veja”, disse: “É celular usado por traficante, e o pior é que eles sabem disso. Não é à toa que têm Fábio Assunção como garoto-propaganda.”

O ator já admitiu que usou drogas. Foi afastado do trabalho e chegou a ser internado para tratamento médico. Hoje está em cartaz em São Paulo com a peça “Adultérios” e no programa “Tapas e Beijos”, da TV Globo.

Assunção não quis se manifestar sobre os comentários de Rafinha

A Nextel disse: “Acreditamos em personalidades como Fábio, que superam limites e que constroem uma nova história de vida. E, principalmente, em todo ser humano que acredita na transformação e na evolução”.Assunção não quis se manifestar sobre os comentários de Rafinha.

A coluna enviou hoje de manhã e-mail ao apresentador do “CQC” pedindo que comentasse e explicasse a declaração que fez em São Caetano.

Ele enviou o xingamento como resposta. A mensagem chegou depois do fechamento da coluna.

Folha.com

Legendários”, comandado por Marcos Mion, bate “CQC” e “Pânico”

Quem disse que jovem não assiste à TV no sábado à noite? A audiência de “Legendários”, da Record, vem mostrando o contrário. Apontado como um mix de programas como “Pânico na TV!” (Rede TV!) e “CQC” (Band), a atração comandada por Marcos Mion superou ambos em audiência.
“Legendários” fechou o mês de agosto com média de 10 pontos de audiência (cada ponto equivale a 58 mil domicílios na Grande São Paulo), indo ao ar aos sábados, na faixa das 23h. Em tese, é horário de jovem cair na balada. E a atração vem em uma curva crescente de ibope. Registrou em junho média de 8,7 pontos e, em julho, 9,7 pontos de audiência.
Já o “CQC” perdeu público nos últimos três meses. A atração da Band marcou em junho média de 6,4 pontos de audiência. Caiu para 5,6 pontos em julho e para 5,4 pontos em agosto. De junho para julho o “Pânico” cresceu: foi de 8,9 pontos para 9,3 pontos. Mas voltou a cair em agosto, marcando 9 pontos de média. Não é uma marca ruim, mas deixa o programa fora da briga pela liderança aos domingos. Dos três formatos, o com maior share (participação no total de televisores ligados) é o “Legendários”. A atração da Record tem 21% de share, ante 15% do “Pânico na TV!” e 10% do “CQC”.

A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez e publicada na Folhadesta quarta-feira (7).